Publicado 28/06/2023

Pioneira em práticas sustentáveis, Posigraf é carbono neutro

Em 2022, a Posigraf alcançou a meta de neutralidade de carbono em suas três plantas – a primeira gráfica do Brasil nos segmentos promocional e editorial a alcançar a meta carbono neutro das emissões de gases do efeito estufa provenientes de suas atividades. As emissões do escopo 1 – ou seja, as emissões diretas, provenientes de fontes que pertencem à instituição ou são controladas por ela – são compensadas na RPPN Mata do Uru com base na metodologia de compensação voluntária, sem geração de créditos de carbono comercializáveis em mercados de carbono tradicionais. São iniciativas que a instituição desenvolve em favor da conservação da natureza, mais especificamente por meio de programas de pagamento por serviços ecossistêmicos alinhados ao método do Programa Desmatamento Evitado da SPVS – Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental.

De acordo com o mais recente relatório do Painel Intergovernamental Sobre Mudanças Climáticas, o mundo provavelmente atingirá ou excederá 1,5 °C de aquecimento nas próximas duas décadas – mais cedo do que apontado em avaliações anteriores. Limitar o aquecimento a esse nível e evitar os impactos climáticos mais severos depende de ações nesta década. (Fonte: IPCC – Relatório de Mudanças Climáticas, 2023.)

Há 50 anos criando os melhores impressos, a Posigraf é pioneira em muitas frentes socioambientais: todas as ações desenvolvidas estão alinhadas aos acordos globais estipulados pelo conceito ESG – Environmental, Social and Corporate Governance (Governança Ambiental, Social e Corporativa). A gestão das mudanças climáticas faz parte da estratégia de negócio da Posigraf, que há 21 anos investe recursos (aproximadamente R$ 2 milhões) na conservação da biodiversidade da RPPN (Reserva Particular do Patrimônio Natural) Mata do Uru, uma área de 128,67 hectares localizada no município da Lapa (PR).

Com visão holística, por meio dessa ação, a Posigraf também gera recursos, principalmente pelos serviços ecossistêmicos, que são os benefícios que a natureza nos fornece direta e indiretamente, como polinização, regulação do ciclo da água e purificação do ar. Manter a floresta em pé não é apenas promover a sobrevivência da biodiversidade, mas também contribuir para a resiliência dos ecossistemas e para a garantia da vida na Terra.

Após um longo percurso de monitoramento e redução das emissões dos gases de efeito estufa, na busca contínua pela melhoria de nossos processos, concretizamos um importante compromisso climático – com objetivos claros e significativos, que marcam nossa visão do futuro. Atentos às oportunidades, alteramos o tipo de matriz energética consumida em nossas plantas e fomos certificados pelo Instituto Totum no que diz respeito ao consumo de energia de fontes renováveis. Em 2022, todas as nossas plantas consumiram energia de fontes eólicas e de hidrelétricas, e isso foi evidenciado pelo I-REC – Certificado Internacional de Energia Renovável.

A Posigraf reconhece a importância de reduzir a emissão de carbono nas próprias instalações, mas também é comprometida com outras iniciativas que visam a uma condição climática adequada para todos.